10 January 2018

Na verdade, o naco mais gostoso é aquele do "Chopin? Não, eu é mais música romântica, sempre"... Expulso o não-romântico Chopin, abram-se, então, alas ao ultra-romântico Bach!

7 comments:

Anonymous said...

Ele tem razão: romântico no sentido de Je T'aime Moi Non Plus e não de Lemon Incest.

João Lisboa said...

O "Je T'aime Moi Non Plus" não é romântico, é tântrico-descritivo: "Je vais et je viens, entre tes reins, et je me retiens".

d.a. said...

Então prefiro Bach.

João Lisboa said...

O Bach está a meio caminho entre o ultra-romantismo e o serialismo integral.

Mas haja alguém que explique ao SL que "serialismo integral" não tem nada a ver com aqueles produtos que se compram nas lojas de alimentação "biológica". Just in case...

d.a. said...

E o Gesualdo?

d.a. said...

Um deles vai cantar isto:

https://www.youtube.com/watch?v=--BTGqJmhow

João Lisboa said...

:-)

O Gesualdo tinha a mania que era moderno.