31 January 2016

7 comments:

t. said...

Não estando mal, assim, de repente, e a Laurie Anderson, Thelonious Monk, Triffids, Go-Betweens, Lloyd Cole, Mary Margaret O'Hara, Feelies, Felt, Opiate, the Notwist, the National, Vartinna, Van Dyke Parks, June Tabor, os brasileiros...? (Ah e o 'Music For a New Society'? Deslarguem-me!)

Rui Gonçalves said...

É uma lista bastante conservadora e algo decepcionante, até na selecção dos discos mesmo quando "acerta" nos autores. Parece-me uma escolha de quem passou a vida a ouvir rock e ignorou as indispensáveis contaminações musicais exteriores...

Anonymous said...

Do que eu gostava - não sei se isso já chegou alguma vez a ser feito - era algo semelhante na "Wired". Para ver se não acabaríamos por sentir algo parecido ao que aqui está a ser referido.

Uma coisa é certa: se querem listas, existem as de João Lisboa, que associadas às listas do eminente Ricardo Saló, são mais que suficientes para preencher as lacunas e as decepções.

True Detective

Anonymous said...

carlos paredes,john fahey ou tom ze foram esquecidos.de resto e "lista" é muito conservadora ...faltam os silver apples,tambem, que por sinal actuarão no reverence este ano.

Anonymous said...

E os doors? " This is the end......."

João Lisboa said...

Listas são listas, são listas, são listas.

Anonymous said...

E esta muito anglo-saxonica e chauvinista