05 October 2008

LOT E AS FILHAS: UMA FAMÍLIA FELIZ



Segundo o "Público", hoje, pelas 19.00 horas do Vaticano, o papa dará início a uma maratona televisiva de 140 horas, durante a qual mais de 1300 pessoas lerão passagens da Bíblia, em directo, sem comentários.

É com mal contido júbilio e transbordante desejo de partilha que me associo a tão bem-vinda iniciativa, propondo, para já, o excitante episódio de Lot e suas duas filhas:


"Lot e as suas filhas" - Hendrick Goltzius, 1616

"(Genesis 19) 30 Lot deixou Soar e fixou-se no monte com as suas duas filhas, porque temia continuar em Soar. Habitava numa caverna com as duas filhas. 31 A mais velha disse à mais nova: 'O nosso pai está velho, e não há homens nesta região, com quem nos possamos casar, como é de uso em toda a parte. 32 Vamos embriagar o nosso pai e deitarmo-nos com ele, a fim de não deixar extinguir a raça do nosso pai'. 33 Naquela mesma noite, pois, deram a beber vinho ao pai, e a mais velha deitou-se com ele, que de nada se apercebeu, nem quando ela se deitou nem quando se levantou. 34 No dia seguinte, a mais velha disse à mais nova: 'Deitei-me ontem com o nosso pai; embriaguemo-lo também esta noite, e vai deitar-te com ele, a fim de não se extinguir a raça do nosso pai.' 35 Também naquela noite deram a beber vinho ao pai, e a mais nova deitou-se com ele, que de nada se apercebeu, nem quando ela se deitou nem quando se levantou. 36 E, assim, as duas filhas de Lot conceberam do próprio pai. 37 A mais velha deu à luz um filho, ao qual deu o nome de Moab, pai dos moabitas, que vivem ainda hoje. 38 A mais nova teve igualmente um filho, ao qual deu o nome de Ben-Ami, pai dos amonitas, que vivem ainda hoje." Tema, aliás, merecidamente popular na história da arte europeia. E onde, na maior parte dos exemplos, Lot parece particularmente desperto e, dir-se-ia até, assaz participativo:


Albrecht Altdorfer, 1537



Francesco Furini, 1835


Artemisia Gentileschi, 1640



Lucas Van Leyden, 1530



Cornelis Cort, 1522-1578



Orazio Gentileschi, 1621



Jan Massys, 1565



Joachim Antoniszoon Uytewael, 1566-1638


Jan Van Vliet, 1631


Marc Chagall, 1952

(2008)

11 comments:

Anonymous said...

Penitenciava-me a ler uma Bíblia mas assim ilustrada e em alto relevo, tipo braillezinho

Anonymous said...

Suponho que a maratona televisiva vai ter bolinha vermelha no canto superior direito...

Anonymous said...

coitadinho do velhote.

Ana Cristina Leonardo said...

oh joão, então tu não sabes que na Bíblia Sagrada é tudo metafórico?

João Lisboa said...

Mas onde é que eu teria a cabeça?...

Claro, claro. É como no Cântico dos Cânticos que exprime o amor de deus pela sua igreja.

Ana Cristina Leonardo said...

Com certeza

menina alice said...

Tudo gente muito desenrascada nesse livro de que falas. Pro-activos p'ra xuxu. e, não me lixem, se as manas não tivessem estado em Sodoma e Gomorra, sabe deus o que acontecia à disnastia.

João Lisboa said...

"não me lixem, se as manas não tivessem estado em Sodoma e Gomorra, sabe deus o que acontecia à disnastia"

Espírito prático, acima de tudo. Aliás, pensa lá bem: o Adão e a Eva tiveram dois moços. Machos. Como achas que foi o episódio seguinte?

menina alice said...

Paradise is exactly like where you are right now... only much, much better.

sempre imaginei que deus, nesses tempos, resolvia quase tudo com costeletas. pelo menos as grandes questões dinásticas.

João Lisboa said...

Mas eles já tinham recebido a ordem de despejo do paraíso...

Anonymous said...

«o Adão e a Eva tiveram dois moços. Machos. Como achas que foi o episódio seguinte?»
Por ter feito o mesmo tipo de pergunta numa aula de Moral, (Religião & Moral, chamavam-lhes) foi parar ao olho da rua... Lol